SIMES - Sindicato dos Médicos do Espírito Santo


COMUNICAÇÃO

NOTÍCIAS


Simes se manifesta contra o descaso dos gestores municipais do Estado

15/05/2018 - 15:06


Nos últimos anos, o Sindicato dos Médicos do Espírito Santo, insistentemente, apontou os descasos contra a classe médica no seu ambiente de trabalho. Foram incansáveis campanhas apontando as péssimas condições de trabalho, falta de material necessário e indispensável para o exercício da função, situações amplamente insalubres em todos os municípios da Grande Vitória e, sobretudo, agressão verbal e física contra o profissional de medicina enquanto exerce sua profissão. Infelizmente, apesar da nossa batalha diária para abrir os olhos da população e dos gestores públicos a respeito, principalmente, da violência contra o médico, os problemas seguem acontecendo.

É notório e de conhecimento geral que a máquina pública atravessa grave crise. Gestores têm se utilizado do péssimo momento econômico que se instala em todos os níveis para cortar gastos e justificar seus insucessos de forma planejada. Usam as contas de gestões anteriores para prever um futuro negativo, afinal, essa é a base argumentativa para negar as melhorias de que o povo tanto precisa, seja na educação, na saúde pública ou em qualquer outra pasta essencial para o bem-estar social.

O Sindicato dos Médicos do Espírito Santo tem feito blitze em todos os municípios do Estado nos últimos anos. As nossas blitze consistem em visitar e vistorias as unidades de saúde de maior movimento nos municípios mais populosos. A cada visita, ouvimos as reivindicações da classe em termos de condições de trabalho e, também, de direitos trabalhistas. Nos últimos meses, foram realizadas vistorias em Viana, no P.A de Arlindo Vilaschi; visitamos a Maternidade de Carapina; fomos duas vezes ao município de Colatina, no Hospital e Maternidade Sílvio Avidos e na Maternidade São José; no PA do Trevo de Alto Lage, em Cariacica; no município de Linhares, nos hospitais HGL e e Rio Doce; em São Mateus, no Hospital Roberto Silvares; em Nova Venécia, na unidade da Rede Cuidar; e, por fim, em Barra de São Francisco, no Hospital Dra. Rita de Cássia.

Ainda neste ano, visitaremos a Região Serrana e o Sul do Estado. Recentemente, no início deste ano, fechamos uma parceria com a Defensoria Pública, para fornecer know how sobre o funcionamento da pasta da saúde e dados sobre as condições de trabalho e violência contra os médicos, municiando a Defensoria em busca do melhor atendimento básico de saúde à população.