Sobre

Comunicação


Médicos debatem forma de combate
25/10/2017 - 15:40

Poucos antibióticos disponíveis e bactérias cada vez mais resistentes têm levado médicos a se reunirem para tratar assunto. Para isso, o coordenador de Serviço de Controle de Infecção Hospitalar do Hospital Metropolitano, infectologista Alexandre Rodrigues, está organizando um curso.

Ele será realizado, na sexta-feira e no sábado, no próprio hospital. Será voltado para os médicos e farmacêuticos, e as inscrições estão abertas. Segundo o médico, diante da falta de grande variedade de opções de antibióticos e das bactérias mais resistentes, o curso vai tratar sobre a melhor forma de utilizar os medicamentos que estão disponíveis hoje. Ele exemplificou, como isso pode ser feito.

“É necessário, às vezes, o ajuste de doses de acordo com algumas características do paciente, como idade, função renal, quantidade de gordura, para com isso, conseguir individualizar as doses”, destacou o infectologista. Ele lembrou que a automedicação e/ou o uso inadequado de antibióticos contribui para tornar as bactérias mais resistentes.

“Você cria bactérias que são saudáveis no corpo e cria um espaço no organismo para que bactérias que são resistentes se multipliquem”, alertou. Ele lembrou ainda que o uso desnecessário de doses gera um gasto sem devida utilização do medicamento, seja de recursos próprios ou não.

“As bactérias resistentes vão surgindo em uma velocidade maior do que novos lançamentos de antibióticos, por isso eles têm de ser usados de forma correta.

Fonte: Jornal A Tribuna


$('body').on("click","a,img", function (e) { //e.preventDefault(); alert('You Clicked Me'); });