COMUNICAÇÃO

NOTÍCIAS


SIMES participa de inauguração do Novo Pronto Socorro Dra. Milena Gottardi

06/10/2017 - 18:07


O Sindicato dos Médicos do Espírito Santo acompanhou a inauguração do Novo Pronto Socorro Dra. Milena Gottardi, do Hospital Estadual Infantil de Vitória, que começará a funcionar na segunda-feira (09), no Hospital da Polícia Militar, no bairro Bento Ferreira. A solenidade contou com a presença de autoridades políticas, de funcionários da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e do Hospital Infantil de Vitória, além da família da médica Milena Gottardi .

Esta é a maior intervenção na melhoria do atendimento pediátrico do Espírito Santo em décadas. Segundo o secretário de Estado da Saúde, Ricardo de Oliveira, hoje, o hospital tem 171 leitos e, com a conclusão desta obra, passa a ter 276. “Nós estamos acrescentando no Pronto-Socorro 105 leitos. Só de UTI Pediátrica são 14. Leito de UTI Pediátrica nós não conseguimos comprar nem na rede privada para atender à população, porque não tem. Aqui temos 14. Nós instalamos novos equipamentos, colocamos pessoal. E não vamos parar aqui. Vamos trazer pra cá a oncologia pediátrica o mais breve possível. Já começamos as obras para a oncologia pediátrica sair de Santa Lúcia e vir para cá. Com a saída do pronto-socorro para Bento Ferreira nós vamos licitar a obra de adequação lá de cima (Santa Lúcia)”.

O Sindicato dos Médicos do Espírito Santo participou da solenidade de inauguração do Novo Pronto Socorro Dra. Milena Gottardi e, na oportunidade, o presidente Otto Baptista aproveitou para falar sobre essa vitória das entidades médicas em parceria com o Estado, que demandou muito tempo e debates dentro da Secretaria de Estado da Saúde. "As entidades sempre cobraram do gestor estadual, fiscalizando as condições de trabalho das unidades de saúde e hospitais da Região Metropolitana. Esse é um trabalho feito em prol da dignidade em atendimento do médico para os usuários do SUS", apontou o presidente do Simes.

Ainda em seu discurso para os presentes, o presidente do Simes explicou porque considera a inauguração do pronto socorro uma vitória das entidades médicas. "Desde o ano passado, quando tivemos reclamações intensas da categoria a respeito das condições de trabalho no Hospital Infantil de Vitória, que demandou atenção especial do Ministério da Saúde, as três entidades médicas do Estado trabalharam unidas, em participação constante e direta com a SESA. Nesse período, pudemos visitar as instalações do HPM e compartilhamos nossos conhecimentos com o Secretário Ricardo Oliveira, sempre em busca de melhorias no atendimento à população. Esse é o grande papel das entidades, que, através da inauguração desse Novo Pronto Socorro, fica com a sensação de dever cumprido.'', finalizou o presidente Otto Baptista.

Combate à violência contra a mulher

A Dra. Milena Gottardi recebeu essa singela homenagem do Governo do Estado, tendo seu nome dado ao novo pronto socorro do Hospital Infantil. Mas, o legado deixado pela médica é muito maior do que nomear um edifício. Na tarde dessa sexta-feira, o Sindicato dos Médicos do Espírito Santo esteve presente na Secretaria de Estado de Direitos Humanos, a convite do Secretário Julio Cesar Pompeu.

Na oportunidade, as lideranças presentes debateram o que os profissionais da área da saúde podem fazer para evitar, combater e minimizar esse problema tão constante e tão enraizado na sociedade capixaba que é a violência contra a mulher. Ações de educação de médicos e enfermeiros sobre a violência contra a mulher, além da notificação de casos de violência de gênero foram temas destrinchados entre o secretários, deputados estaduais, entidades médicas e representantes de todas as instituições de ensino em medicina e enfermagem do Estado.

"Demos um passo grandioso na Secretaria de Estado de Direitos Humanos. Podemos chamar essa primeira reunião de grande brainstorming para iniciar campanhas de combate à violência contra as mulheres do nosso Estado. A conscientização por parte profissionais de medicina e enfermagem é importante, deve ser um tema abordado em todo tipo de consulta. Porém, acreditamos que o infortúnio caso da Dra. Milena não pode servir apenas para alertar às pessoas, deve ser o ponto de partida para tomarmos ações significativas no combate à violência", finalizou o presidente.

O grupo que esteve presente na SEDH deu o primeiro passo para um grande estudo que já tem algumas campanhas idealizadas pela pasta prontas para serem apresentadas à população. Peças de combate serão inseridas no transporte coletivo chamando atenção para o tema. O Sindicato dos Médicos do Espírito Santo se juntará com este grupo, novamente, nas próximas semanas para dar sequência aos estudos técnicos que podem vir a minimizar a violência no Estado.