Sobre

Comunicação


Simes se reuniu com as Secretarias de Estado da Saúde e Segurança Pública nesta segunda-feira (24)
24/07/2017 - 16:36

O Sindicato dos Médicos do Espírito Santo se reuniu com o Secretário de Estado de Segurança Pública, André Garcia, na manhã desta segunda-feira (24). Na oportunidade, os diretores do Simes expuseram os problemas enfrentados pela categoria para o exercício de sua profissão nos postos de trabalho. Médicos, constantemente, são agredidos e ameaçados pela população toda semana nos postos de saúde em diversos municípios.

No último final de semana, uma médica foi agredida por um paciente, não pela primeira vez, no PA de Alto Lage, em Cariacica. ''Os problemas de violência contra o médico nos postos de trabalho são recorrentes em todos os municípios. O Simes já criou um projeto de Botão do Pânico para ser implantado nos postos de saúde com maior incidência de agressões contra o médico, porém, a ALES impediu que o projeto fosse colocado em prática'', disse o presidente do Simes, Dr. Otto Baptista.

Este e outros pontos foram levantados em reunião com o Secretário André Garcia. Os casos de violência mais impactantes e que amedrontam o profissional de medicina acontecem, justamente, nos municípios de Cariacica e Serra. O Secretário, por sua vez, afirmou que vai se empenhar em reunir os representantes chefes de todos os municípios da Região Metropolitana e seus respectivos secretários de Segurança Pública para buscar uma solução permanente para oferecer aos profissionais da saúde um mínimo de segurança e, consequentemente, melhorar a qualidade do atendimento à população.

SESA

Ainda nesta segunda-feira (24), os diretores do Simes se reuniram com o Secretário de Estado da Saúde, Ricardo Oliveira, a respeito da nova gestão do HIMABA, que entrará em vigor ainda este ano. O Simes tirou algumas dúvidas para o corpo clínico local a respeito dessa nova Organização Social que vai gerir o Hospital.

Segundo o Secretário Ricardo Oliveira, os médicos efetivos permanecem no local, com todos os seus direitos preservados, assim como suas escalas de trabalho. A O.S, no entanto, deve preencher as vagas dos médicos temporários. Não existe, ainda, uma data oficializada para que a nova gestão assuma o HIMABA, mas, a partir do momento em que isso acontecer, haverá uma transição de 30 dias, com a gestão dividida entre a nova O.S e os atuais gestores, com a participação direta da diretora Gisele Oliveira, como interlocutora dos interesses da categoria médica.

''O Secretário de Estado da Saúde nos garantiu que nenhum direito trabalhista dos médicos efetivos será alterado e afirmou, ainda, que a entrada dessa nova gestão é para buscar melhorias para os profissionais de saúde e, também, para a população. Na oportunidade, o Secretário também informou que, assim que a nova gestão entrar no HIMABA, haverá uma reunião com os médicos e atuais gestores com a presença do Sindicato dos Médicos, para que essa transição seja feita de maneira adequada para todas as partes envolvidas'', finalizou a diretora do Simes, Dra. Andrea Fiorini.

CARIACICA
O Sindicato dos Médicos do Espírito Santo se reunirá, ainda hoje, com o Prefeito Juninho, de Cariacica, para debater o que pode ser feito, emergencialmente, para melhorar a segurança no PA de Alto Lage e demais postos de saúde no município. A reunião acontecerá na sede da Prefeitura de Cariacica, no fim da tarde.

$('body').on("click","a,img", function (e) { //e.preventDefault(); alert('You Clicked Me'); });