Sobre

Comunicação


Simes repudia concurso público na cidade de Jaguaré
13/01/2017 - 16:11

O Sindicato dos Médicos do Espírito Santo acredita que é através de salários dignos e condições de trabalho adequadas que o serviço de saúde terá melhor desempenho e qualidade. Dessa forma, com o pensamento de sempre atender a população da melhor maneira possível, o Simes repudia o edital de contratação 001/2017, da Prefeitura de Jaguaré

Com o concurso público, a Prefeitura oferece aos profissionais de saúde um salário totalmente indigno e desrespeitoso com a categoria em todo o país. Através de edital, a Prefeitura de Jaguaré oferece um salário de R$ 1.214,60 para clínicos gerais, obstetras e médicos veterinários em 20h de trabalho semanais.

O Simes lamenta profundamente a postura dos gestores municipais e tomará as medidas cabíveis contra a Prefeitura de Jaguaré, visto que o salário é absurdamente inferior ao Piso sugerido pela Federação Nacional dos Médicos, que é de R$ 12.993,00 para 20 horas semanais de trabalho. Presidente do Simes e da Fenam, o Dr. Otto Baptista, falou sobre os baixos salários oferecidos pelo município. ''Não vai dar ninguém. Um valor desses é imoral. Eu tenho certeza que o médico sabe escolher o melhor. Se é oferecido um salário de R$ 1.214,60 imagina as condições de trabalho e como essa população está sendo assistida'', afirmou.

O profissional da saúde precisa ser respeitado e o Sindicato insiste que os médicos não se inscrevam para disputar o cargo público no referido município. Além de uma afronta à classe médica, a atitude mostra que o empregador não pretende ser justo desde o início de sua relação com o empregado, uma vez que o descaso se dá já no momento da contratação.