Sobre

Comunicação


ES terá 468,7 mil doses da campanha de multivacinação pelo SUS
16/09/2016 - 14:25

O Espírito Santo recebeu do Ministério da Saúde 468,7 mil de doses para campanha nacional de multivacinação, que ocorre da próxima segunda-feira (19) até 30 de setembro, pelos postos de saúde via Sistema Único de Saúde (SUS). O Dia D da mobilização nacional será no sábado (24).

A campanha terá todas as vacinas disponíveis pelo SUS para crianças de até cinco anos e para crianças e entre nove e 15 anos de idade incompletos, incluindo a imunização contra HPV para meninas.

O objetivo principal da campanha é estimular que os pais levem os filhos para por em dia a carteira de vacinação, informou o Ministério da Saúde.

De acordo com a coordenadora do Programa Estadual de Imunizações, Danielle Grillo, serão ofertadas na campanha todas as vacinas do Calendário Nacional de Vacinação da Criança e do Adolescente.

''É importante que a carteira de vacinação seja avaliada pelo profissional de saúde para que a criança ou o adolescente não corra o risco de ficar sem a proteção que precisa, principalmente porque estamos em fase de transição do plano de erradicação mundial da poliomielite e o esquema e a composição dessa vacina – que é administrada em menores de 5 anos – estão sendo alterados'', ressaltou Danielle Grillo.

Brasil


Ao todo, foram enviadas às unidades da federação 26,8 milhões de doses, que serve tanto para a vacinação de rotina, no mês de setembro (7,6 milhões), como doses extras para a campanha (19,2 milhões). Serão cerca de 36 mil postos fixos de vacinação e 350 mil profissionais de saúde envolvidos nos 12 dias de mobilização.

Poliomielite

Até o ano passado eram aplicadas duas doses da vacina inativada contra poliomielite (VIP), injetável, aos 2 e aos 4 meses, e a terceira dose e os reforços eram feitos com a vacina oral contra poliomielite (VOP), ou seja, a gotinha, aos 6 e aos 15 meses e também aos 4 anos de idade.
A partir deste ano, as crianças passaram a receber as três primeiras doses do esquema com a VIP aos 2, aos 4 e aos 6 meses de vida. Já a VOP continua sendo administrada como reforço aos 15 meses, aos 4 anos e também durante a campanha nacional de multivacinação, para que as crianças tenham oportunidade de receber a vacina caso estejam com o esquema vacinal incompleto.

Vacinas que serão ofertadas na campanha


- BCG: protege contra formas graves de tuberculose;

- Hepatite B: protege contra a hepatite B;

- Pentavalente: protege contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e haemophilus influenzae tipo B (bactéria que causa meningite);

- Pneumocócica 10-valente: protege contra o pneumococo, bactéria que causa pneumonia e meningite;

- Meningocócica C: protege contra o meningococo C, bactéria que causa meningite;

- Rotavírus: protege contra diarreia e desidratação;

- VIP e VOP: protegem contra os sorotipos 1, 2 e 3 da poliomielite;

- Tríplice Bacteriana Acelular (dTpa): protege contra difteria, tétano e coqueluche;

- Dupla Adulto (dT) protege contra difteria e tétano;

- Tríplice Viral: protege contra sarampo, caxumba e rubéola;

- Tríplice Bacteriana (DTP): protege contra difteria, tétano e coqueluche;

- Tetraviral: imuniza contra sarampo, caxumba, rubéola e catapora;

- Hepatite A: protege contra a hepatite A;

- HPV: protege contra quatro tipos de papilomavírus humano, dois deles responsáveis por 90% das verrugas genitais e os outros dois pelo aparecimento de cerca de 70% dos casos de câncer de colo do útero;

- Febre amarela: protege contra a febre amarela e é recomendada para crianças e adolescentes que vão se deslocar para áreas fora do Espírito Santo com recomendação de vacinação.

$('body').on("click","a,img", function (e) { //e.preventDefault(); alert('You Clicked Me'); });