Sobre

Comunicação


Simes apoia a campanha Setembro Verde
12/09/2016 - 16:03

Foto: Agência Porém

O mês de Setembro marca a campanha nacional de conscientização à doação de órgãos, trata-se da – Setembro Verde. Para andar em conformidade com o país, onde, em diversos estados e municípios já há a oficialização da campanha, o governador Paulo Hartung sancionou a Lei 10.374/2015, de iniciativa do deputado Doutor Hércules (PMDB), incluindo no calendário oficial do Estado o “Setembro Verde”, mês de conscientização sobre a doação. A data acompanha o Dia Nacional de Doação de Órgãos, que é comemorado em 27 de setembro.

Durante o mês, deverão ser desenvolvidas ações como a realização de campanhas de conscientização e orientação; palestras e seminários com especialistas em diversas áreas inerentes à matéria; orientação sobre as questões legais acerca do tema; e fixação de cartazes nas escolas do Estado, abordando dentre outros pontos, a grandeza do ato de doar, as várias espécies de doação, os requisitos e impedimentos e os procedimentos para o recebimento da doação.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) lançou a campanha ''Setembro Verde'', com o objetivo de estimular o aumento da doação de órgãos no Espírito Santo, em que as ações serão coordenadas pela Central de Notificação, Captação e Doação de Órgãos (CNCDO).

Segundo o Secretário de Estado da Saúde, Ricardo Oliveira, para atender às necessidades de saúde da população da melhor maneira, a Sesa está buscando a qualidade da aplicação dos recursos e uma gestão eficiente. ''Esse é o nosso desafio e ele se traduz em ampliação e qualidade do atendimento nos serviços de saúde do Estado'', reforçou.

O Simes apoia as programações em todo o Estado e vê como muito importante a conscientização da população acerca do tema, como aponta o presidente, Dr. Otto Baptista. ''É uma pauta de extrema importância para a população e que facilita muito o trabalho do médico. O tema deve ser discutido dentro das nossas famílias, nas nossas escolas, para que todo cidadão reflita sobre a importância da doação e que seja manifestado, abertamente, o desejo de ser um doador. Os familiares precisam ter a consciência sobre o doador.'', finalizou o presidente.

$('body').on("click","a,img", function (e) { //e.preventDefault(); alert('You Clicked Me'); });