Sobre

Comunicação


Conselho de Representantes discute temas da categoria médica
11/08/2016 - 15:20

Foto: Fenam

O Conselho de Representantes da Federação Nacional dos Médicos (FENAM) esteve reunido nos dias 03 e 04 de agosto, na sede da Confederação Nacional das Profissões Liberais (CNPL), em Brasília, para discutir pautas de interesse da categoria médica. Estiveram presentes diretoria da FENAM e representantes de sindicatos de todo o Brasil para deliberar sobre temas como a prestação de contas do exercício de 2015, questões políticas ligadas a precarização do serviço e da profissão médica, bem como assuntos políticos e posicionamento dos médicos perante o atual governo.

No primeiro dia de reunião, quarta-feira (03), os representantes das instituições e diretores da entidade tiveram uma extensa pauta que iniciou com a apresentação do filme da sede própria da FENAM em Brasília, inaugurada no mesmo dia à noite. O presidente da FENAM, Otto Baptista, fez um breve relato dos esforços empreendidos para se chegar a esta conquista, fruto da economia dos últimos três anos. A sede é a realização de um antigo sonho da entidade. ''Esta conquista é da FENAM para os médicos do Brasil. Hoje os médicos brasileiros tem a sua casa'', disse Otto Baptista.

O secretário de comunicação, Jorge Darze, ressaltou que a crise nacional do país não se manifesta apenas no âmbito do poder público e de governo, é evidente que se manifesta em outros setores da sociedade. E os médicos são como todos os seres humanos, também estão vivendo esta crise. Sobre o relacionamento com as outras entidades nacionais, o doutor Darze se posicionou: ''Não temos outra opção se não for pela unidade, e porque só nós temos a responsabilidade de buscar esta unidade? Porque as outras instituições não buscam agregar e fomentar o debate? Temos diferenças entre o Conselho Nacional de Medicina e a Associação Médica Brasileira. Temos uma posição muito clara a respeito da residência médica, do ensino, do diploma, e do reconhecimento no estado. O debate na comissão de residência médica se deu dentro da lógica que a FENAM defende e irá continuar defendendo'', questionou.

Nas reuniões do Conselho de Representantes são deliberados assuntos para os quais serão direcionados pesquisas e análises. Nesta questão, entrou o importantíssimo assunto do valor da Consulta FENAM, definido em R$ 160 reais, que passa a ser um referencial da Federação Nacional dos Médicos para as consultas médicas, que estavam com o seu valor defasado, entre 40 e 80 reais, e vinham sofrendo críticas da categoria, inconformada com o seu valor, como citou o advogado da instituição, Luiz Felipe Buaiz de Andrade: ''Foi escolhido um novo valor da Consulta FENAM que busca corrigir o valor antigo, tornando viável o funcionamento dos consultórios que pelo baixo valor estavam sendo fechados em várias especialidades. Esta preocupação de referencial para o setor privado nas consultas visa que a Consulta FENAM exerça um papel semelhante ao que o Piso FENAM já vinha exercendo como referencial de salário'', finalizou Andrade.

$('body').on("click","a,img", function (e) { //e.preventDefault(); alert('You Clicked Me'); });