Sobre

Comunicação


Reunião da Frente Parlamentar da Medicina têm objetivo alcançado na Câmara dos Deputados
11/08/2016 - 15:16

Foto: Fenam

Entidades médicas de todo o Brasil lotaram o auditório Freitas Nobre em reunião que debateu a criação da Frente Parlamentar da Medicina (FPMed), na Câmara dos Deputados, em Brasília. A FPMed terá por objetivo atuar junto ao Congresso Nacional em defesa da classe médica e da rede pública de saúde de todo Brasil.

O presidente da Federação Nacional dos Médicos (FENAM), Dr. Otto Baptista, compôs a mesa de debate juntamente com o Deputado Federal Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS), o presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Dr. Carlos Vital, a Deputada Federal e presidente da Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF), Conceição Sampaio (PP-AM), o Senador Ronaldo Caiado, o presidente da Associação Médica Brasileira (AMB), Florentino Cardoso, o Deputado Federal Lelo Coimbra (PMBD-ES) e o Deputado Federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE).

Representando os sindicatos de todo o país, o presidente da Fenam, Dr. Otto Baptista, falou sobre a urgência da criação da Frente Parlamentar da Medicina, que irá discutir as pautas essenciais da carreira médica. Além disso, destacou que iniciativa poderá representar a prosperidade de atuação da causa e consolidar a pactuação da classe médica brasileira com os seus representantes políticos. ''Os médicos precisam ser bem representados no Congresso Nacional. Nossa participação na Frente Parlamentar da Medicina será fundamental na defesa médica profissional e na construção de leis que venham a beneficiar o trabalho do médico, sempre à serviço da população, da vida humana e da saúde.'', finalizou o presidente, Dr. Otto Baptista.

O deputado Mandetta, presidente da mesa, ressaltou que esta é uma frente apartidária. ''O compromisso da frente é com a medicina de qualidade'', concluiu o parlamentar.

Algumas frentes parlamentares atuam de forma incisiva no Congresso Nacional e têm garantido conquistas significativas para seus representados. É baseado nessas agremiações de sucesso que deve nascer e se inspirar a FPMed. ''A FENAM está compondo esta mesa e estará à frente contribuindo com a experiência que tem no movimento sindical e no movimento médico. Este é um momento histórico. É importante registrar aqui que se o médico não participar dos movimentos políticos ele estará sendo abafado por outros movimentos que querem achatar o movimento médico'', finalizou Otto Baptista.

$('body').on("click","a,img", function (e) { //e.preventDefault(); alert('You Clicked Me'); });